Galaxy J1, J3 e A3 (2016) não receberão mais atualizações de segurança

 

Samsung inclui novos Galaxy A8 e J2, e o tablet Galaxy Tab Active 2 na lista de updates.

A  Samsung fez modificações na lista de celulares que devem receber atualizações de segurança. Com a mudança, os smartphones Galaxy A3J1 J3 – todos lançados em 2016 – saem do grupo de dispositivos elegíveis para novos updates. Já os recém-lançados Galaxy A8 (2018)Galaxy A8 Plus (2018) e Galaxy J2 (2018), além do tablet Galaxy Tab Active 2, entram na listagem.

As atualizações de segurança não mudam o design do sistema ou trazem novas funções, mas protegem o aparelho contra hackers. Os pacotes de proteção adicional começaram a ser liberados pelo Google aos fabricantes de celulares Android após a falha Stagefright, descoberta em 2015.

Embora o Google libere pacotes de correções de bugs mensalmente, a Samsung repassa as atualizações para os usuários em dois grandes grupos: updates mensais e trimestrais. Os modelos da linha Galaxy S, Galxy Note e alguns modelos Galaxy A recebem updates de segurança com mais frequência. Já os modelos mais simples, que englobam linhas Galaxy J, demais Galaxy A e os tablets Galaxy Tab, são atualizados em periodicidade menor.

Dos celulares que acabam de entrar na lista de atualizações, apenas o Galaxy A8 (2018) receberá updates mensais de segurança. A versão maior Galaxy A8 Plus (2018), assim como o novo J2 e o tablet Galaxy Tab Active2, receberão novos patches de correção de vulnerabilidade apenas a cada três meses.