Interdição do IPC-PB vai prejudicar investigações e suspender confecção de RGs, diz Segurança

Toda a estrutura do órgão foi interditada pelo MPT após a constatação de diversas irregularidades.

 

interdição do Instituto de Polícia Científica da Paraíba, nesta terça-feira (6), vai comprometer investigações, suspender a confecção de carteiras de identidade e prejudicar prisões em flagrante por crimes sexuais, conforme informou a Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social (Seds). Toda a estrutura do órgão foi interditada pelo Ministério Público do Trabalho na Paraíba (MPT-PB) após a constatação de diversas irregularidades no local.

IPC interditado

Toda a estrutura física do Instituto de Polícia Científica da Paraíba (IPC) foi interditada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT-PB), na tarde desta terça-feira (6). O procurador do Trabalho, Eduardo Varandas, estabeleceu um prazo de 24 horas, a partir do recebimento da notificação, para evacuação total do prédio. Caso essa determinação não seja seguida, o Ministério Público poderá recorrer à força da Polícia Federal para lacrar o edifício e impedir a entrada de qualquer servidor.

“O Ministério Público ficou surpreso com a enorme quantidade de irregularidades, no que se refere a violações de norma e segurança naquela instituição. Foi uma operação complexa, já que cada setor tinha suas particularidades e nós decidimos fazer a interdição total do local”, enfatizou o procurador.